domingo, 10 de abril de 2016

FULLMETAL ALCHEMIST BROTHERHOOD



Por Diego Betioli


Perfeição é a palavra que define Fullmetal Alchemist Brotherhood, a animação definitiva da obra de Hiromu Arakawa. Segundo anime baseado no mangá, este adapta fielmente a obra em quadrinhos, trazendo uma estória muito mais fascinante e completa do que o anime produzido em 2003.

A estória se ambienta entre o fim do século XIX e início do século XX, num fictício mundo pós-revolução industrial, onde prospera o uso da alquimia, ciência filosófica que, embora controversa, ganhou notoriedade no passado e foi responsável por muito da evolução da química que conhecemos hoje.
A trama traz como protagonistas os irmãos Edward e Alphonse Elric, alquimistas que fracassam na tentativa de reviver sua mãe por meio da transmutação humana (uma prática alquímica considerada proibida e profana) e pagam um duro preço: Alphonse perde todo seu corpo, tendo sua alma realocada a uma armadura, graças à Edward, que acaba perdendo um braço e uma perna. Após o incidente, Ed e Al iniciam sua jornada para tentar reaver seus corpos, partindo em busca da lendária Pedra Filosofal.
Edward se torna um alquimista federal, servindo ao exército de Amestris, a nação onde se passa praticamente toda a trama. O país é comandada por um regime militar, liderado pelo Führer King Bradley, e vive sob tensão com o surgimento  de um "caçador" de alquimistas federais denominado Scar, sobrevivente da guerra civil de Ishbal. Os desenrolares desta guerra, a caçada de Scar, o passado dos irmãos Elric e os segredos por trás da Pedra Filosofal são só as primeiras pontas para o desenvolvimento desta incrível saga, que envolve drama, mistério, horror, comédia, romance e filosofia de uma maneira única.




FMA possui uma profundidade vista em pouquíssimos animes, e aborda, de forma direta ou subjetiva, temas como limites éticos na ciência, horrores de guerra, genocídio, conspiração, eugenia e religião, fazendo claras alusões a eventos que marcaram o século passado, como a primeira e segunda gueras mundiais. Deste modo, torna-se uma das melhores ficções já criadas na abo rdagem de tais assuntos em plena evidência no século XX sem que estes sejam, de fato, o plot principal da trama.


 

A criação de homunculi (homúnculo, homunculus ou simplesmente "homenzinho"), vida humana artifical, um dos artífices para o uso da alquimia

Mas, além da contextualização histórica magnífica, o ponto forte de FMA é sua vasta gama de personagens relevantes - todos extremamente carismáticos. Além dos ótimos protagonistas e do panteão de personagens mais próximos a eles, como a amiga de infância Winry Rockbell e o coronel Roy Mustang, outros personagens que poderiam ser considerados de menor importância ganham destaque em momentos-chave da trama e são aprofundados com pertinência, fazendo com que o espectador torça por eles e tenha curiosidade de saber mais sobre suas estórias e motivações. Este é um feito que pouquíssimos autores conseguem alcançar, ainda mais em um âmbito tão acirrado e repleto de produções como é o de mangás/animes.



A trilha sonora também é incrível, tendo cinco excelentes aberturas e encerramentos diferentes ao longo de seus 64 episódios. Também foram lançados quatro OVAs e um filme, A Estrela Sagrada de Milos.
Um único episódio de Fullmetal Alchemist Brotherhood pode te fazer ir de uma gargalhada a lágrimas em segundos. Este é um dos motivos pelo qual o anime é considerado o mais perfeito de todos os tempos por muita gente - o que é totalmente compreensível.







 Perfeito!

Nenhum comentário:

Postar um comentário